Buscar
  • Paulo de Oxalá

Muita dança e batuque nos sete anos do Tambor de Cumba


O grupo de estudos Tambor de Cumba foi fundado em 2011 pela bailarina e diretora artística Aninha Catão. Esse nome foi inspirado no dicionário de Nei Lopes que define a palavra ‘Cumba’ como homem forte, feiticeiro, valentão, ágil (na língua Bantu) e fato miraculoso ou rugir (na língua Kikongo).


O Tambor de Cumba tem como objetivo promover as tradições culturais com raízes africanas como o jongo, o coco, o samba de roda, a ciranda, o maculele, a capoeira, o afoxé, o maracatu e a dança afro contemporânea. O grupo ainda promove a integração social através das artes, oficinas, rodas de estudos, palestras, vivências e espetáculos.


Desde 2013, esse grupo de estudos tem realizado um evento mensal, intitulado Tambor no Valongo. Tal evento acontece todo terceiro sábado do mês, no Cais do Valongo, Zona Portuária do Rio.


Neste domingo, 05 de agosto, em comemoração aos sete anos de fundação do Tambor de Cumba, o evento “Tambor no Valongo”, será no Galpão Ação da Cidadania, com entrada franca e classificação livre.


A programação começará ao meio dia e se estenderá até às 19h, com diversas atividades que celebrarão a cultura afro-brasileira, entre elas:

- Roda de jongo, promovida pelo Tambor de Cumba

- Roda de coco, promovida pelo grupo Maracatumba

- Maracatu, com o grupo Baque Mulher

- Trechos do espetáculo “Cosmogonia Africana – A Visão de Mundo do Povo yorubá”

- Apresentação do bloco afro Lemi Ayó e Dj Bieta.

O público poderá conferir também o trabalho de artistas na feira de artesanato, moda, arte plástica e gastronomia que estará presente durante toda a festa. O evento tem o apoio da Ação da Cidadania, da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, e do Ministério da Cultura.


Olopé ara ijó, ṣe nípá ọkàn!

(Movimentar o corpo dançando, é fortalecer a alma!)


Axé!


Programação:

12h às 19h - Feira de artesanato, moda, arte plástica e gastronomia

12h às 18h15 - Dj Bieta (durante os intervalos das atividades)

13h - Fragmentos Cosmogonia Africana Ogun

13h15 - Jongo com Tambor de Cumba

14h - Fragmentos Cosmogonia Africana Oxóssi

14h15 - Bloco Afro Lemi Ayò

15h - Fragmentos Cosmogonia Africana Oyá

15h15 - Coco com Maracatumba e Tambor de Cumba

16h15 - Jongo com Tambor de Cumba e Homenagem ao Mestre Bárbaro

17h - Fragmentos Cosmogonia Africana Osun

17h15 - Maracatu com Baque Mulher e Maracatumba

18h - Fragmentos Cosmogonia Africana Oxalá

19h – Encerramento


Ficha técnica:

Produção: Aninha Catão, Christiane Mendonça e Layza Soares

Coreografia: Aninha Catão

Bailarinos: Aninha Catão, Christiane Mendonça, Layza Soares, Ety Faria,Lucimar Brito, Marcos Cotta, Maurício de Souza, Matheus Mello, Mariana Gomes, Monica Linhares, Patrícia da Veiga, Priscila Carvalho, Rodrigo Ornellas

Músicos: Alexandre Naja, André Alade, Alexandre Munrah, Rafael Corrêa, Flávio Santos e Gica Polina

Apoiadores: Ação da Cidadania, Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, e do Ministério da Cultura


Serviço:

Tambor no Valongo (7 anos do Grupo Tambor de Cumba)

Entrada Franca

Local: Galpão Ação da Cidadania

Av Barão de Tefé, 75 – Saúde


Data: 05 de agosto de 2018 (Domingo)

Horário: 12h às 19h

Classificação Indicativa: Livre

Assessoria de Imprensa:

Joyce Nascimento - joyce.nascimentolima@gmail.com

Fotos: Márcio Bayone



11 visualizações

Todos os Direitos Reservados a Paulo de Oxalá

R. das Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ

+55 (21) 2556-9009

+55 (21) 99400-7107

paulodeoxala@uol.com.br

Tags: Babalorixá, Simpatia, Búzios, Tarot e numerologia

  • Instagram ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square
WhatsApp-icon.png