Buscar
  • Paulo de Oxalá

A TRADIÇÃO JEJE: O VODUN JEJE SOGBO E A PROVA DE SO (ZÔ)


A tradição dos povos fons, que aqui no Brasil foram chamados de Adjeje, Ajeji ou Jeje pelos yorubás, requer um longo confinamento quando na época de iniciação. Essa tradição Jeje exigia de 06 (seis) meses até 01 (um) ano de reclusão, de modo que o novo vodunsi aprendesse as tradições dos Voduns: como cultuá-los, manter os espaços sagrados, cuidar das árvores, saber dançar, cantar, preparar as comidas e um artesanato básico necessário a implementos materiais dos diferentes assentos, ferramentas e símbolos necessários ao culto.

Para os povos Jeje, os Voduns são serpentes que tem origem no fogo, na água, na terra, no ar e ainda tem origem na vida e na morte. Portanto, a divindade patrona desse culto é Dan ou Dangbé a "Serpente Sagrada". Para realizar este ritual Jeje é imprescindível muito verde e grandes árvores, pois muitos Voduns têm seus assentos aos pés destas árvores daí muitos terreiros de Jeje serem denominados de Humpame, que são extensas áreas de terras com muitas plantações e árvores (atinsas). Atinsas são as árvores onde são feitos os assentamentos dos Voduns. Cada Vodun tem a sua árvore própria, pois é ali que ele se manifesta e concentra o seu poder.

Outra particularidade deste culto é que quando as vodunsis estão em transe ou incorporadas com seu Vodun, os olhos permanecem abertos, ou seja, os Voduns Jeje abrem os olhos, diferente dos Orixás dos yorubás, que mantem os olhos sempre fechados. Os Voduns Jeje falam, alguns até fumam um cachimbo especial.

É comum no culto Jeje provar o poder dos Voduns quando estes estão incorporados em seus iniciados. Uma destas provas é a prova chamada Prova do So (lê-se: Zô) ou Prova do Fogo do vodun Sogbo (um Vodun que assemelha-se ao Xangô do Yorubás por comandar os raios e as lavas vulcânicas). Sogbo é irmão de Akorombe, que comanda a temperatura da terra, fazendo os rios transbordarem e cair granizo. Outro vodun importante do So=Zô(fogo) e do grupo das divindades do trovão é Hevioso. Este Vodun é considerado pelos povos Jejes como um Akovodun (ancestral fundador de famílias).

Na Prova do So=Zô, num determinado momento entra no salão uma panela de barro, fumegante, exalando cheiro forte de dendê borbulhante, contendo dentro alguns pedaços de ave ofertada para o vodun. Sogbo adentra o salão com fúria de um raio, os olhos bem abertos e tomando a iniciativa vai até a panela, onde mergulha as mãos por algum tempo. Em seguida, exibe para todos os pedaços da ave. É um momento de profunda emoção gerando grande comoção por parte dos outros iniciados que respondem aquele ato entrando em estado de transe com seus Voduns.

Benoi, ao Dan Kolonfe!


469 visualizações

Todos os Direitos Reservados a Paulo de Oxalá

R. das Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ

+55 (21) 2556-9009

+55 (21) 99400-7107

paulodeoxala@uol.com.br

Tags: Babalorixá, Simpatia, Búzios, Tarot e numerologia

  • Instagram ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square
WhatsApp-icon.png