Buscar
  • Paulo de Oxalá

Rio, 457 anos de borogodó, esquindó e axé


Hoje, 1º de março, nossa Cidade Maravilhosa completa 457 anos.


Depois de Salvador, o Rio concentra o maior número de descendentes de africanos do Brasil, e também de terreiros de religiões de matriz africana.


Considerado berço do samba, pois foi aqui no Rio, que Hilária Batista de Almeida conhecida como Tia Ciata de Oxum, uma baiana que era ótima quituteira gostava de samba de roda e recebia em sua casa na Praça XI compositores como Donga, Sinhô e João da Baiana. Foram desses encontros que o samba passou a ter essa imensa aceitação popular e Tia Ciata se tornou referência no samba e no carnaval.


O Rio também notabilizou grandes sacerdotisas da Umbanda, como as Babás Diva Porto Magalhães, Helena do Tatuité, Ivete Brum e Arlete Moita.


O Rio é único, pois tem borogodó, tem esquindô, tem axé!


Ni ayò àjodun Rio de Janeiro! (Feliz Aniversário Rio de Janeiro!)


0 visualização0 comentário
WhatsApp-icon.png