Buscar
  • Paulo de Oxalá

O poderoso patuá de Demerson D’Alvaro, o ‘Exu da Grande Rio’


Nascido em uma família de polivalência religiosa, o ator Demerson D'Alvaro, de 35 anos, diz que não teve nenhum obstáculo para personificar o Orixá Exu na Grande Rio.


“Como sou filho de uma evangélica, neto de uma umbandista e tenho parentes de diversas religiões, não foi difícil para mim entender a proposta do enredo. Que era esclarecer quem é Exu, até porque em 2016, eu já havia interpretado Sr. Tranca Ruas, na comissão de frente do Salgueiro, em 2016. A diferença do personagem desse ano, foi o visual afro, raiz, Orixá mesmo”.


Demerson contou que participou de todas as preparações religiosas possíveis.

“Como eu disse, tenho parentes de várias religiões, então; uma orou, outro rezou, outra fez ebó e assim por diante. Tudo que mandaram fazer para o bem, eu fiz. Também participei dos rituais de Mãe Ruth, Yalorixá conhecida da família, e de Pai Danilo de Oxóssi, Bablorixá que ajuda espiritualmente a comunidade da Grande Rio.

Até porque, ninguém vai para a avenida despreparado”.


Dentre as muitas preparações espirituais que passou, Demerson destaca o apoio do Bàbáláwo Ifá Tọ́lú de Cachoeiras de Macacu, que lhe trouxe da Nigéria um ìgbàdí, um poderoso patuá que ele usou durante o desfile.

“Durante todo o desfile, o patuá estava comigo, e eu acredito que ele foi o grande elo de comunicação com Exu, pois apesar de ser uma interpretação, eu senti bem, a força e a presença do personagem”.


Além da vitória da Grande Rio, Demerson ressalta a vitória contra o racismo preconceito e intolerância.

“Este enredo foi muito importante. Primeiro por atingir o objetivo de desmistificar Exu, que foi chamado de Diabo desde a colonização do Brasil. Exu é caminho, é vida! Sem ajuda de Exu nada se concretiza e não existe vitória! E vitória é tudo de bom! Depois, ressalto o enfrentamento de peito aberto contra o racismo, o preconceito e a intolerância religiosa, que é muito frequente em nosso país. Tenho certeza que todos nós da Grande Rio, estamos felizes por poder mostrar para o mundo, quem verdadeiramente é Exu”.


Ẹni tí Èṣù lẹ́gbẹ́ ní gbogbo. (Quem tem Exu ao lado tem tudo.)

Láaròyè Èṣù!

Salve Exu!

Axé!

Fotos reprodução internet: Dermerson na Grande Rio em 2022, e no Salgueiro em 2016

15 visualizações0 comentário
WhatsApp-icon.png