Buscar
  • Paulo de Oxalá

Ìyì rírì ìyè! (Valorizando a vida!)


Muitos relatos nas redes sociais sobre a morte do apresentador Augusto Liberato ou Gugu, como era conhecido, demostram o grande abalo por uma perda súbita.


O valorizar a vida, parentes amigos e pessoas próximas é o sentimento mais idealizado nesse momento.


Para cultura yorubá, ìyè (a vida terrestre) é uma concessão de Olódùmarè (Deus todo poderoso), para que o ẹ̀mí (espírito), possa através de suas atitudes voltar, pois eles acreditam em àtúnwa (reencarnação). Ainda para eles, Ikú (a morte) é a única divindade que pode incorporar em qualquer orí (cabeça), em um ọ̀tẹ̀ awo (momento misterioso) determinado por Olódùmarè. Ìyè e ikú disputam ẹ̀mí àiyé (espíritos no mundo).


Vale então reconhecer, que a vida, ou essa concessão divina, é um sublime privilégio, e quem souber aproveitá-la é uma benção, por isso:

Jẹ ki a gbẹ̀ loni, nìtorìpẹ ọjọ ti lọ, ati ọla ko lẹ wà!

(Vamos viver o hoje, pois o ontem já se foi, e o amanhã talvez não venha!)


Axé!



21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp-icon.png