Buscar
  • Paulo de Oxalá

Toda sexta-feira é consagrada a Oxalá


Quando o Candomblé foi organizado aqui, no Brasil, ficou estabelecido que os ojọ́ ọ̀sẹ̀ wẹ̀ mọ́ jẹ Òrìṣà (dias da semana para limpar e ofertar alimentos aos Orixás) teriam que se adaptar ao sistema ocidental de sete dias, pois na África a semana yorubá era composta de quatro dias, devido à cultura de que o mundo foi criado nesse espaço de tempo.


Ficou então estabelecido, que um ou mais Orixás fossem reverenciados em um dia da semana. Porém, esta ordenação para reverência, pode ter alterações conforme a etnia religiosa e a tradição de cada casa de Candomblé.


Esta é uma das ordenações:

Segunda-feira: Èṣù, Ọmọlu, Òṣùmàrè e Nàná.

Terça-feira: Ògún

Quarta-feira: Ṣàngó, Yánsàn, Ọbà e Iyewa

Quinta-feira: Ọ̀ṣọ́ọ̀sí, Lógun Ẹ̀dẹ e Ọ̀sányìn

Sexta-feira: Òṣàlá, Òṣàgiyán e toda a corte de Olódùmarè

Sábado: Yemọja, Ọ̀ṣun e todas Àyabá-Yabás (Mães rainhas).

Domingo: Òṣàgiyán (é de novo reverenciado, pois o ritual do Pilão de Òsàgiyán só pode ser feito num domingo,) Ibéji e todos os demais Òrìṣà (Orixás).


Como podemos observar, a unanimidade é quanto à sexta-feira ser consagrada a Òṣàlá (Oxalá). Todas as casas de Candomblé dedicam as sextas-feiras ao Orixá da paz, Senhor da criação, considerado pai de todos os Orixás. É comum neste dia todos os adeptos do Candomblé usarem o branco, a cor desse Orixá. Como descreve esta saudação: “Òrìṣà nlá Olúwa ẹ̀wù ni funfun” (O Grande Orixá dono do manto branco).


A sexta-feira santa é uma data Cristã que lembra o sofrimento de Jesus Cristo. Para o Candomblé esse dia continua sendo consagrado a Oxalá.


Nos antigos Candomblés de origem Bantu, era feito na sexta-feira santa, um ritual denominado: “kura”. Este ritual era praticado pelos Ndembu de Luanda pelo nome de “Nkula”, para purificá-los. No Brasil, as Kuras são incisões feitas nos iniciados com o objetivo de proteger-lhes contra doenças, roubos e todos os tipos de negatividades. Daí, esse ritual é também chamado de “fechamento de corpo”.


Então, independente da data católica, as religiões afro-brasileiras dedicam todas as sextas-feiras ao Grande Orixá.


Olúkúlùkù ọjọ́ kẹ́fà ọ̀sẹ̀ àti mímọ́ sí Òṣàlá! (Toda sexta-feira é sagrada para Oxalá!)


Axé!



459 visualizações

Todos os Direitos Reservados a Paulo de Oxalá

R. das Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ

+55 (21) 2556-9009

+55 (21) 99400-7107

paulodeoxala@uol.com.br

Tags: Babalorixá, Simpatia, Búzios, Tarot e numerologia

  • Instagram ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square
WhatsApp-icon.png